1 de set de 2014

A Dança




‘Mais vale estar doido de alegria do que de tristeza;
vale mais dançar pesadamente do que andar claudicando…’

Ensinam os sábios das gnoses esquecidas
   que dos mistérios antigos
      dos quais nós, seres póstumos,
         copiamos todos nossos rituais religiosos,
   um deles foi esquecido
      & não se realiza mais
É a Dança Sagrada…

Um louco pensador disse
   que o Super-homem dança
Dança como as estrelas bailarinas
   ao som do caos dentro de si
No grande palco do Meio-dia dos tempos

Baila, baila, estrela dentro de mim
A canção do caos & do nada reverberará
   em eterno retorno para mim bailar
Eu vim para
   com a vida & com a morte dançar

Baila, baila, estrela oscilante
A música das esferas está a te empurrar
   em perene órbita, dias & noites, meses & anos
Eu fui feito para
   queimar na pista do vácuo sempre a dançar.




‘Homens superiores,
o pior que tendes é não haver aprendido a dançar
como é preciso saber dançar;
a dançar por cima das vossas cabeças!
Que importa não terdes sido felizes?
Elevai, elevai cada vez mais vossos corações,
bons bailarinos!
E não se esqueçais também
o belo riso!’
Zaratustra