22 de fev de 2018

Geração Agnoia

Gerações para as quais
não precisa se explicar nada
Porque não querem saber
Porque não entenderão

Estamos no limite da sabedoria
ela já não gera sábios mais
Porque o mundo não quer
Porque o mundo não precisa

Imagens com função de dar prazer
& frases expressando o máximo do mínimo
Porque já não sabemos ver
Porque não queremos ler

21 de fev de 2018

P-Machin&

Instalação Astral]
em exponencial funcionamento
         moto perpétuo
lubrificado por ruídos inferentes
           & fragmentos de visão
Esferas dançantes
     em órbitas pluriconexas

produtos espermáticos escorrem
    caldos potenciais
são numes liqüefeitos de sonhos
                                        & sanhas
               solirrarificados
Etéreos dizeres

   A anti-
   máquina de poematizar
 expande & recolhe
         sensos-sonhos
engendrante copulares se encaixam
& espargem

Lavra Palavras Avras Naves
           palo-aves
               de perfuração oposta
    das procissões de letras que se mordem

Tudo é uma cópula perfeita
                    do engenho encantado
Gozo é o que pró-duz/diz
       emana
          êxtase
emendando seqüenciais
     desabamentos de orgasmos

A antes-máquina se protege
     da utilidade
        amassa & arrasa
           o valor & a safra
Produz ácido de críticas

Pelo canal macio da carne
desde o suco elétrico
        herege da consciência
                                    Flui
sua praxi-proxi-produx
   escorre do, & pelo, & para, o fulcro
desterritorializado de órgãos

Emana-se assim Poiésis & Mitos
vômitos arqui-digestivos
     da P-Machiné abutre
em sua parte aparte
     o X espalha
acoplado ao sistema analógico
                               da Poesia...

A atmosfera abala
& faz silêncio para escutar!

20 de fev de 2018

Ver em vão

Quase no fim
    o Verão irá até o alto
       para sacrificar nas enchentes
                         o Verde
Doar o ver
Doer a vista
Tornar cego
   outro ou o tom que torna a chegar
& o Verão será visão
    de mais uma estação
           que se foi
                 na repetição
                   sem render nada!

19 de fev de 2018

Luminar


Movi...
         ...Mente...
                      ...Luz.........
Mais do que movimento
Sensação

Velocidade constante
Cessação

Nosso objetivo é saltar
   na velocidade da luz...
Iluminar-se é tornar-se
   o ser mais rápido do universo...
Primeiro & último
    movimento único...
Única forma de ultrapassar
   os muros da prisão...
Viajante & estrangeira
   constante!
 

18 de fev de 2018

Divindade

Te devorando na insanidade
Te comendo no sublime
Te estraçalhando na graça
Edificando na podridão
Alcançamos assim a perfeição
Repousamos no nada

Lapsos de tempo no coito
Amanhecendo felizes
Sem dar satisfação a ninguém
    só a nós mesmos
        na solidão que nos compete...

Fazer do amor uma revolta
& da paixão um holocausto
Exterminando noções inúteis
   do que somos & poderemos ser
No encontro só nos remetemos
   ao que sempre fomos
      deuses rumo à cinzas
         & de volta à divindade!

17 de fev de 2018

O Melhor Poema de Todos os Tempos [Titulo Falso]

Doer doar
amor para quem não sabe amar
Roubar poupar
o tempo de quem não tem espaço
...cresça & apareça

Escrever para quem não sabe ler
nessa presença preguiça
""Eu... eh! Tipo! Não gosto... é de ler!""

{os leões & as ovelhas lado a lado
pastam - o paraíso para
a fome incontrolável natura}

& hoje tem 'life'... Com minha relevância... Para contribuir... Com a formação de opinião...

Crianças insensíveis
Tão cruas como nuas
self-service cínicas delivery 4G
10 anos de idade (mental)
10 anos de soberba
indis-pensáveis
Cantam novas
...ciranda cirandinha
música para banheiros
decoração para elevadores
Cartel de poesia assassina a pátria

{Portuguese lan-guage
In God We Trust
In Dog you Lust
Tongue of angels}

Cresça & apareça cabeça
Deixa de dar
murro em ponta de faca cega
Deixa de murar
(?Será que posso escrever "vou receitar Tarja Preta"?)
besteirol branco

Quer saber?
"Vou ver Cristina!"

(Coisa escrita à propósito de não ser lida)


16 de fev de 2018

Ah! Doce é ser | Ah! Saude a saúde
... Doer               ... Sal de ser
... Adoecer         ... Sol de ver
...                    Ser                          ...
...                 não-ser                      ...
...                     São                        ...

15 de fev de 2018

Outono

Outono paira sobre nós
como anjos castrados que anunciam o velho
 & de suas chagas escorrem
   caldo azul profundo que em tudo que toca
     afoga & afaga
   colore de vermelho & branco...

Outono desce manso
& não sei se
 o que envelhece as folhas das árvores
   é um vento quente ou um fogo frio
     que sai de dentro de nós
         clamando consumação...

Nas ruas & quintais
frutos inúteis de árvores sombreiras
  caem & beijam o chão, o concreto, o asfalto
& sob pés & pneus se tornam vinha
  que escorre para o fundo da terra
     pelas sarjetas & frestas de raízes...

Decantando, o vinho do Verão que passou,
alcança rios subterrâneos
   veias escondidas do sol
que deságuam enfim no inconsciente da Estação
   em uma cachoeira de evaporação...

O Outono ainda dormente
   alheio a tudo isso
vem caindo, despertando
para o banquete amadurecido
   de frutos cozidos & folhas caídas
     vinho pesado & fogo interior esmaecido...

É como se despertasse um outro Verão distante
não de fato, mas sonhado
& tudo mais fosse dormir
pairando frio manso & insatisfeito
   em rios de sombras escondidos
que deságuam no Inverno
que nasce à sete palmos abaixo no chão...

14 de fev de 2018

Pró Cura Se

Procura-se:
Alguém com verdades para acrescentar,
Que saiba se esparramar,
Que não controle sua imaginação,
Que exagere nas alegrias,
& tenha a dose certa de tristeza...
Procura-se:
Alguém que saiba o que é perder,
Que saiba o que é conquistar,
Que detenha a arte de se encantar,
Que faça questão de dizer
Mas saiba fazer a gente adivinhar...
Procura-se:
Quem encontrou novos caminhos,
Quem já viveu profundas decepções,
Quem já amou sem ser correspondido,
& nunca cansou de aprender...
Procura-se:
Quem se tornou o que é por escolha própria,
Quem reconciliou o Deus & o Diabo dentro de si,
Que errou mais do que o suficiente,
Quem um dia poupou a própria vida de se extinguir...
Procura-se:
Nada específico, nem cor, credo ou idade,
Que seja chata & saiba agradar,
Que tenha se despido de idéias pesadas,
Que seja leve, livre, louca
& venha para ficar,
diminuir & somar!

13 de fev de 2018

εspelho

Vai lá,
Se você não fizer
Alguém faz;
Dobre aquela reta,
Engane aquele gênio;
Alguém já fez,
Enganou uma reta,
Dobrou um gênio;
Vem...

12 de fev de 2018

Maçã Anômala

A maçã anômala
...            anomalia
...               anamalia
...                  anamania
...                   anamalícia
Romã do Hades no pensamento
...                          sou só
...                uma mal sã
...                        fonte
...de pensar em ti...
...de primavera a primavera
verão que ao outono passa
o inverno desse inferno...
Anima de delícias...

11 de fev de 2018

Abismos

A montanha é alta
Mas o lago é maior...
A montanha rasga o céu
Mas não alcança a lua...
O lago é plano com a superfície
& a lua repousa dentro dele...
O lago é profundo
A montanha aprofunda no céu...
Cada um mira seu abismo
& seus pesos são abismais...
O lago é uma montanha aberta
A montanha é um lago de pedra...
Mergulhe nos dois
Salte de cada um...