10 de set de 2011

11 de Setembro - O Dia da Infâmia?

   Já que todo os status quo e o estabelecimento midiático insiste definitivamente em perpetuar  essa farsa malévola, só me resta fazer o pouco ao meu alcance, usar minha resistência e inteligência para atestar a não unanimidade da idiotia humana!

   Eu me lembro bem daquele dia, cedo pela manhã escrevi um poema que falava de fogo é raiva, e quando começou eu chorei pelos inocentes...

   Mas agora, quando se passaram dez anos, será que os programas de televisão mostrarão que muitas pessoas ao redor do mundo comemorou o fato como uma doce vingança, até como justiça divina ou carma, desde as Mães da Praça de Maio, aos perseguidos pelas ditaduras da America Latina, desde os iraquianos que eram bombardeados em suas creches quando um escândalo sexual com um presidente acontecia, até os povos humilhados da África. Será que passará na TV?!

    Comemoraram também as elites brancas e racistas da Europa e da própria América do Norte, que viram desvelar diante de si o regozijo de imensos lucros da industria de armas e de construção... Mas isso é a parte da história que a televisão nem sequer correrá o perigo de citar!!





   Então, nesse dia da infâmia ao inverso, dia da vergonha e da mentira, enquanto a Pepsi comemora a data dando um outro produto de brinde, eu vou buscar em minha própria consciência uma paz que não me deixa iludir-me com qualquer show barato feito para que monstros humanos continuem seguros e ganhando suas fortunas diárias.

-Conflito de Civilização?

X
   Aqui só vejo uma civilização – a outra coisa é um produto de marketing, uma máquina assassina para os interesses dos WASP, a outra coisa é um curral de bestas bem nutridas.

- As serpentes agradecem seu aliado pelos serviços muito bem prestados (e lhe dão dispensa honrosa rumo à sua própria santidade):




-Assista e se informe:

Zeitgeist: http://zeitgeistmovie.com/
http://video.google.com/videoplay?docid=-1437724226641382024

Fahrenheit 11 de setembro: http://leituramaisqueobrigatoria.blogspot.com/2009/10/fahrenheit-11-de-setembro-michael-moore.html