4 de fev de 2009

Reflexões Ayahuaski (1)

Um sabor ayahuaski

o gosto do próprio Univeso

de chão & fogo & sangue & verde

Tomado no sagrado salão de toda união

onde também vive

o espírito das florestas

Dissolvendo a mente

e separando as camadas

da consciência pessoal

No Abismo Yagé

era eu, outro e mais algo

estranhamente conhecidos

E a pequena morte vai ingerida

nutrindo alma & corpo

no êxtase dissoluto de tempo & espaço

Devore Oroboros, tu mesmo

secrete Oroboros, todos nós

Iluminaska!

(Obra de Pablo Amaringo)

Nenhum comentário: