20 de ago de 2012

Um Sinal Visto no Céu

Uberlândia
 16/08/2012
8:50h.

“Eis que lhe mostro isto como sinal de esperança...”

No intuito de reviver sua alma
A qual aos poucos vai cedendo
   nessa ‘mors ontologica’ na qual tu decai
      pela falta de vitalidade do teu querer.

Lhe envio esse sinal simples
   para dar forças à teu espírito
      como a última oportunidade
         para que não pereças definitivamente na descrença pela vida.

Não desanime da poesia...
Não desanime do carinho...
Não desanime do grande amor...

Este sinal
   que vem acima do sol,
Este sinal
   que se paralisa no topo do céu,
Em minúsculo brilho
   dar-te-á nova paixão,
Pois ele também é luz da tua própria alma.
Ele é em essência tua própria esperança
   de reviver...



Nenhum comentário: