5 de ago de 2013

AΩA


“...Não importa a solidão
Quando ainda se tem os vestígios
do olhar & do sorriso dela...
Vestígios de coragem & candura...”

É isso que me acompanha
   pelos caminhos de sombras,
Esperanças de amores possíveis
Mais fortes que a solidão
Mais fortes que a morte;

É minha alma sonhando alto
É meu coração com asas à voar,
A clareza do amor
   abnegado em constante evolução;

O sorriso não deixa eu me perder
    pelas encruzilhadas das trevas
Nem pelas vagas pesadas
   do oceano profundo
      que quer me afogar;

É tudo parte de uma história
Que o final sempre esteve escrito
    mas que o meio é um fim em si,
O meio é a própria imensidão
   infinito enquanto dure: o  caminho;

É o olhar & o sorriso dela,
O brilho na retina
   & o cristal nas palavras,
É a vida que flui
   sem saber de onde vêm;

É a vida que flui
   sem saber onde vê
      o sonho feliz que indica o final,
É o dom, é o amor
   de quem ainda persiste
      sem perceber a solidão;

Eles estão aí
Em palavras que se trocam,
No sentido além do sentir
   na união além do encontro,
É o dom, é o amor
   de se saber que ainda persistirá além da dor
      os vestígios que nos fazem maior do que somos.

Prossiga & voe garota de solitude,
Que ‘ana” também quer dizer... ‘sem medo’!
Isso é para você
&

para mim!


Nenhum comentário: