2 de fev de 2015

Amor Vincit Omnia

Amor… palavra breve…
Eu vou dizer para que veio o amor
Alguns confundem com um sentimento leve
Outros confundem com uma dor.

Já te contaram muitas coisa sobre o amor
Essa breve palavra, esse sinônimo de ardor
Te falaram de carinho, enquanto te falaram de amor
Te falaram de compaixão, enquanto te falavam do ardor.

É que só sabemos do que nos foi dito,
O corpo só sabe das coisas do corpo
E a alma só sabe das coisas da alma,
Mas é do espírito essas coisas do Amor.

Nas jornadas da expansão é que o do ‘Amor’ o Amor me falou
Assim como me fala de ‘Silêncio’ mais silenciosos que o Silêncio
E de ‘Profundezas’ mais profundas que o Profundo
Há o ‘Amor’ mais amoroso que esse Amor.

No Pleroma ele é Amor
E para o Espírito em Realização
O Amor está ao alcance, leve e sem dor
À ele chamamos Perdão.

Mas o Espírito, em sua mais profunda essência
Em Rebeldia plena, que é sua eterna querência
Do Amor faz energia
Para realizar todas suas potências.




Nenhum comentário: