21 de mai de 2012

Vi Rosana...

Vi de longe alguém com a aparência de meu amor
   & comigo pensei:
-É uma rosa assim que amo amar...
- É por uma rosa assim que posso me apaixonar...
Uma forma sempre desejada:
   Bela!

Aproximei-me então
Latente, em um fluxo inverso ao dela
& para minha surpresa então
   não é que era ela!
Sua presença:
   Só Dela!

A rosa que eu amo
Que há muito tempo não via
Por ali caminhava
Por ali vinha
Como sempre
   Serena!

E com ela veio também
Seu furor em mim
Paixão que me estremece todo
Sentimento que me joga no chão
Minha devoção por ela:
   Paixão!

Segurei firme
Para agüentar sua onda de impacto
Terremoto de rosa
Vem como um jato: me alegra, fulmina & mata...
Seu efeito:
   Tremores!

Vou me distanciando
Cantando odes no coração
A mulher que eu amo arrasa a serpente:
   com uma visão dilacera-a...
A mulher que eu amo afugenta a pomba:
   com sua presença imolando-as...
Seu mistério:
   Devoção!

É Rosana sempiterna
É a Rosa de meu Coração
Flor & Espinhos
Em um só instante, uma só pessoa
Sua imanência:
   Amor Eterno!




Nenhum comentário: