12 de jul de 2014

poema vazio



…hoje vou deitar no nada
& dormir sorvendo o caos de minha alma
    em meus sonhos irei transcender todos os grilhões
                                                                       que me fazem infeliz
vou beber sumo de nihil & vou comer nacos de limo
& tudo mais vai ser meia noite enquanto eu não estiver acordado…

…hoje vou dormir do lado direito
& sonhar com a menina da letra A
   como se fosse a primeira vez que me visitasse no sono
& vou contar como que só por ela eu existi mais um dia

sob pinturas tão belas de telas de natureza morta
eu acordei em um dia tão vazio como eu
& me arrastei pela decoração de gatos mortos no passeios
colhendo dor aqui & ali para compor mais um poema sem sentido
.



Nenhum comentário: