14 de jul de 2014

Parcas Notas da Copa do Mundo de 2014 no Brasil



- O presidente Lula, que fez cumprir a profecia de Antônio Conselheiro, a saber, “que o sertão vai virar mar”, construindo a hidrelétrica de Belo Monte, consegue trazer a Copa de 2014 para o Brasil depois de 64 anos
- 64 é um número profundamente relacionado com o povo brasileiro
-A primeira grande conquista eleitoral de Lula foi junto à torcida do Corinthians, clube qual finalmente pode construir seu estádio graças às artimanhas ligada à realização da Copa
- Na TV só se mostrou comemoração quanto a sediar a Copa na época
- Um ano antes do mundial se desencadeia as maiores manifestações populares da nação brasileira, tudo a partir do aumento de alguns centavos na passagem de ônibus
- Rapidamente os protestos miram os enormes gastos nos estádios para a Copa e os costumazes e mais do que certos desvios de verbas e superfaturamentos das obras
- Ronaldo Nazário, o artilheiro das Copas, escolhido como membro do comitê organizador do Mundial declara que o povo deve escolher entre fazer a Copa ou ter hospitais
- Tom Zé grava áudio de uma propaganda para a Coca Cola na Copa e é perseguido no tribunal do Facebook
- O jogador Neymar Jr. é alçado à grande estrela brasileira na Copa, dezenas de comerciais de TV o tem como protagonista e seu nome é um mantra em todos os noticiários esportivos
- A presidenta da república é xingada por 60 mil pessoas na abertura da Copa na horrível Arena Corinthians, onde pessoas morreram em sua construção
- Em campo uma seleção brasileira consegue superar o adversário em um jogo horrível que teve um pênalti não existente em Fred, anotado pelo arbitro
- Logo que se inicia a Copa uma horda de argentinos se encaminha para o Brasil, exteriorizando mais uma vez todo seu complexo de inferioridade para com os brasileiros com seu apego à única coisa em que se aproximam com o Brasil, o futebol e as atitudes incivilizadas
- Grandes “zebras” logo surgem nos jogos e Portugal, Inglaterra, Itália e a atual campeã Espanha são eliminados já na primeira fase
- Ufólogos anunciam que os alienígenas acompanham e estão satisfeitos com o espetáculo da Copa 
- Ronaldo Nazário faz declarações que mostra que não se alinhava mais ao governo na organização da Copa e se aproxima do candidato sorridente de oposição
- O Brasil se classifica para disputar nas oitavas com o Chile, um dos jogos mais traumatizantes de sua história, um total descontrole emocional é expressado pelos jogadores brasileiros
- Sôfrega a seleção brasileira consegue chegar às quartas de final
- Em Belo Horizonte um viaduto a poucos quilômetros do estádio do Mineirão desaba matando duas pessoas e ferindo vinte
-Em São Paulo é encontrado explosivos anexados em pilares de outro viaduto em um raro ato declarado de terrorismo neste país
- Galvão Bueno se preocupa em rede nacional que Neymar Jr. não usa seu boné ao descer do ônibus da seleção para o jogo das quartas contra a Colômbia em Belo Horizonte
- O jogador colombiano Zuniga desaba como um viaduto nas costas de Neymar Jr., causando uma fratura na coluna vertebral do brasileiro, que junto ao capitão Thiago Silva, que colou como dinamite em um pilar de viaduto no goleiro colombiano, ficarão ausentes no jogo da semifinal contra a Alemanha depois de vencer a Colômbia por 2 a 1
- Brasil, Alemanha, Argentina e Holanda são os semifinalistas da Copa
- A Policia Federal revela quem são os maiores cambistas das Copas, membros da própria FIFA
- O Brasil sofre a maior derrota de um time em Copas do Mundo para a Alemanha, 7 a 1, uma terrível e confusa mensagem é insuflada na psique do povo brasileiro nesse momento
- 64 anos depois do Maracanazzo, derrota para o Uruguai na final do Mundial, o povo brasileiro que tinha aprendido lá o que era decepção aprende a dimensão do que seja finalmente vergonha
- Um jogador Alemão, Klose, se torna o maior artilheiro das Copas, com imagens sombrias do artilheiro brasileiro ultrapassado em seu próprio país contra sua própria seleção, não há closes de Ronaldo, apenas sua posição ao lado de Galvão na cabine da TV Globo
- No intervalo do jogo Brasil x Alemanha, à essa altura 5 a 0, em nenhum canal de TV se vinculou propagandas com a imagem de Neymar Jr.
- Em um boteco perto da minha casa um torcedor bêbado grita para o mundo ouvir antes de terminar o primeiro tempo: “-Eh! Dona Dilma…”
- Se a Copa seria usada politicamente pelo governo agora começa a ser usado pela oposição, como apontara o ato do próprio Fenômeno semanas antes
- As bolsas de valores sobem depois da derrota do Brasil para a Alemanha
- Quem perde um jogo são os torcedores, quem perde uma copa é o povo do país, mas quem ganhará com essa derrota histórica ainda veremos
- A Argentina se classifica para a final, a humilhação do povo brasileiro ainda não atingira o fundo do poço
- O Técnico “Felipão” assume a culpa da derrota, Parreira lê uma cartinha de apoio de torcedora quase anônima, nenhum jogador que participou da semifinal participa de entrevistas coletivas
- O corintiano Dr. Osmar Santos falece de infecção hospitalar em um excelente hospital brasileiro
- Teorias da conspiração, como de comum, florescem nas ruas do Brasil na boca do povo, pessoas anunciam que livros serão publicados, videntes anunciam a vitória eleitoral da oposição e outras coisas mais que confirmaremos em breve
- O povo é mostrado na TV alegre e ainda apoiando a seleção brasileira, na disputa do terceiro lugar no estádio Mané Garrincha, todos cantam sentimentalmente ainda o Hino Nacional à capela, como em toda Copa
- Os 6 minutos de apagão com os quais Felipão tentou explicar o jogo com a Alemanha se estendem na disputa do terceiro lugar em Brasília por 90 minutos e o Brasil perde para a Holanda por 3 a 0 com péssima atuação do arbitro e de todo time
- Encerra-se assim o centenário ciclo de vitórias do futebol brasileiro. Um novo ciclo urge em se iniciar
- Na mídia já pululam críticas políticas vinculando futebol e governo, manifestações estão programadas para depois do fim da Copa
- No jogo de número 64 da Copa, Alemanha e Argentina se enfrentam no Maracanã na final do Mundial no Brasil
- Vitória Alemã por 1 a 0 na prorrogação. A presidenta é constantemente vaiada no estádio. Dizem que “a Argentina cai de pé
- Os alemães fazem a dança da vitória inspirados em ritual dos índios Pataxós, da Bahia




- Trilha sonora oficial da Copa 2014
Tribunal do Feicebuqui” by Tom Zé
Hits principais:

TAÍ ( Joubert de Carvalho / Tom Zé / Marcelo Segreto) 
Taí
São três gritos no meu sangue de guerreiro
Eu sou índio rei de angola e marinheiro
E tô no ovo
Porque tai
O guaraná do nosso povo

Se o rei de França quiser um dia
Virar criança, ter um xodó
Beber a força do guaraná
Tem que vir aqui
Ou mandar buscar

Se o rei ianque quiser um dia
Descer do tanque, do pedestal
Tomar a força do guaraná
Tem que vir aqui
Ou mandar buscar

Se o brasileiro quiser um dia
Ser o primeiro na educação
Ganhar a força do guaraná
Tem que ir além
Tem que Irará

PAPA FRANCISCO PERDOA TOM ZÉ (Tim Bernardes)
Papa Francisco vem perdoar
O tipo de pecado que acabaram de inventar
O povo, querida, com pedras na mão
voltadas contra o imperialismo pagão

Sou a garotinha ex-tropicalista
Agora militando em um movimento
Já não penso mais em casamento
Mas se tomo Coca-Cola acho que estou me vendendo

Mas eu sei que Papa Francisco vem perdoar
O tipo de pecado que acabaram de inventar
O povo, querida, com pedras na mão voltadas contra o imperialismo pagão

Meu coração fundamentalista
Pede socorro aos intelectuais
Pois a diferença entre esquerda e direita
Já foi muito clara, hoje não é mais

Quero civilizar o capitalismo selvagem
Quero trazer a luz pra toda ignorância
Como bem-feitora – não desejo o mal
Assim como não quis o velho amigo Cabral

Papa Francisco vem perdoar
O tipo de pecado que acabaram de inventar
O povo, querida, com pedras na mão voltadas contra o imperialismo pagão

E na cerimônia do beija-pé
Papa Francisco perdoa Tom Zé
No Feicebuqui da santa sé
Papa Francisco perdoa Tom Zé
Pela magnânima força da fé
Papa Francisco perdoa Tom Zé
Por la sudamericana unidad Fidel
Papa Francisco perdoa Tom Zé

Nenhum comentário: