25 de abr de 2017

Matéria Escura - O Amor como Transparência


O amor só pode ser transparente...

Pela natureza inerente do Universo, somente a matéria escura sustém tudo que há,
inclusive a distância necessária para o amor acontecer entre dois corpos.
Das três concepções clássicas de “Amor” dos gregos, Éros, Ágape e Philia,
somamos mais algumas ao longo da grande aventura dos amantes neste mundo,
primeiro o amor Dionisíaco, depois o amor de Hades, recentemente fomos iniciados no Amor-fati,
e agora propomos o amor como Transparência.

Esse “Transpamor” o definiremos poeticamente em um conto ao fim dessa micro-obra,
porém vale o conceitualizar agora:
‘Amor como Transparência’: ato ou efeito de fundir os opostos em um só instantâneo paradoxal.

Transparentemente então, buscamos amar a partir de agora!




-Micro-obra:
Matéria Escura - O Amor como Transparência

Nenhum comentário: