14 de dez de 2010

O Sonho Alquímico: Renascimento da Grande Obra - Terence Mckenna



“...
   Eu penso que a inteira mensagem da experiência psicodélica é que a natureza busca se comunicar, todos os seres estão impregnados com linguagem, toda a realidade deseja incluir o lado humano da natureza em seu próprio intento de existência.
...
   Eu penso que neste momento bastante hi-tech de nossa aventura as plantas retornam...
   E praticamente se colocam diante de nós como um farol e uma promessa, elas surgem em nome do Tao absoluto, elas surgem em nome do modo correto para a vida se relacionar com seu ambiente.
   Se você olhar ao seu redor, a civilização global inteira está adentrando em um tipo de sobrecarga, planeta em si, o planeta pode ser visto como um tipo de destilador alquímico, a matéria prima para ser transformada são os depósitos nucleares, os depósitos de lixo tóxicos, as áreas industriais arruinadas...
   O I-Ching diz: “Nunca confronte o mal diretamente, e nunca o nomeie porque ele encontra armas para se defender”. Nós não somos um exercito, então nossa estratégia precisa ser disfarçada. É uma estratégia alquímica.
   E o que quero dizer com “disfarçada”?
   Quero dizer que o lar da prisão racional deve ser infiltrada por arte, por sonhadores, por visões...
   -ENCONTRE OS OUTROS!-
   Encontre os outros e então você saberá o que fazer!
   Toda verdade que emerge do indivíduo é subversiva.
   Encontre os outros, e então, usando essa tecnologia que é feita para nos aprisionar, para assaltar nossos bolsos e para vender lixos que nós não queremos, use esta tecnologia para produzir arte,  quantidades massivas de arte subversiva.
...”

Nenhum comentário: