10 de jan de 2013

2013 - Rumo ao Sol


...foi-se uma data
   em um pedaço de papel
      que já não está mais dependurado na parede;
...agora os miméticos da superficialidade da alma
   riem convencidos
      com suas glórias de dogmas falaciosos;
...eles, que são cegos & tolos
   se fartam de suas bondades supersticiosas
      que ajudam o mundo ficar mais ruim;
...a força com que cobiçam a prosperidade
   é a confusão de sua índole
      que mistura progresso & esperança vã.

E nós, os rebentos do “fim do mundo”
   os enamorados da nova consciência
      tivemos nosso parto definitivo
         no berço de uma decepção mal compreendida,
Agora o mundo nos parece mais claro
   na evidência de uma ilusão
      discernida na surpresa
         de que tudo parece permanecer igual,
É o preço & nossa lição
   para podermos apreender uma novidade.

Aquilo que devíamos aguardar
    não é a dor da destruição
      mas a coragem de uma revelação...
O mundo se desnuda ao olhar atento do espaço
   & o tempo que clama ajustes
      é o mesmo que nos dá a abertura para vermos a Luz...
O mundo continua o mesmo?
Eu pelo menos
   continuo em perene & serena
      Evolução!


Nenhum comentário: