23 de jan de 2016

Novos Haikais

Algo Doce

A língua nua
despida de acidez
veste algodão.

Algodão doce...
açucara a (o) tez (ão)
das nossas línguas...

Tão doce nudez
faz lembrar beijos calmos
que solvem amor.



Últimas Cores

Nomeando-te
eu falo do teu sabor
sua cor & sua dor.

Teu sabor em mim
são sonhos improváveis
uma dor, uma cor.

Rara clareza
que ofusca meus olhos
Anacrônica.

Gosto de azul
som de felicidade
toque de brisa.

A tua cor é luz
clara saudade de ti
branda presença.




Nenhum comentário: